Categorized | REFLEXIONES

A Fofoca é Nociva?

A Fofoca é Nociva?
Márcia Tolotti
“Fofoca não é apenas um comentário tendencioso sobre alguém. Para a psicanálise a fofoca nunca é uma banalidade, pois é da ordem da agressividade e há duas possibilidades: ou se trata de rivalização dissimulada que visa a anulação de outrem, ou se trata de perversidade. O “fofoqueiro” investe-se de causa da causa como se fora causa alheia, para deste lugar pretendido (de objeto a), investir-se perversamente do lugar de Outro (como se quisesse ocupar o lugar de todos).
Sua forma mais branda é a rivalização, que é da ordem da histeria e, toma a forma de denegrição do Outro, lá se busca de outrem algo ou alguém sobre quem se faz à fofoca. Isto foi despertado por uma relação de inveja, seja pelo sucesso consistente, seja pela suposição de que outrem obtenha sucesso. E a angústia frente à pequena imortalidade na melhor das hipóteses, mas se o coletivo der crédito ao dito, configura-se como perversão.
Sua forma mais grave é a calúnia, a fraude, pois são da ordem da perversidade, são centradas na anulação do superego ou no desmentido do ideal-de-ego, e busca-se a morte civil, ou seja, a denegrição em vida do Outro. É uma transgressão de aparente caráter moral, mas na realidade é uma violação ética, uma violação da lei que aniquila não física, mas moralmente alguém. Não se mata fisicamente ninguém, mata-se a imagem de alguém.
Alguns poderão se levantar em defesa da fofoca, salientando que os comentários são verdadeiros, que partem de fatos verídicos. A fofoca não remete ao fato “verídico ou não”, senão como álibi que disfarça a intenção do contar, que travestida de moralidade, de exercício da virtude, da apologia da inocência moral, não passa de dissimulação do perversismo (pequenas perversões). Mata-se pelo descrédito usando no lugar da arma, a pena (caneta), no lugar do mando do crime, a fala.
Realmente, um comentário aparentemente não é fofoca, mas não deixa de ser outro desvio ético, é uma inconfidência, e no campo em que o silêncio garante a verdade e a inviolabilidade do dito, como o da psicanálise, isto é da ordem da perversão. Comentários ainda que partam de fatos verdadeiros, são aumentados a cada vez, que são recontados e, caracterizam-se ora como uma violação de um pacto de silêncio, pois se trata da exposição da privacidade de alguém, ora assemelha-se a razão cínica que “sabe” mas mesmo assim diz, em nome do culto a morte de outrem.
Concluindo, do ponto de vista da agressividade não há distinção entre quem ouve ou quem gera a fofoca, uma vez que o gozo-a-mais está presente nas duas formas e principalmente na gratuidade do crédito dado aquilo que deveria ter sua verdade estabelecida. Sendo assim, recontá-la não ter sequer o álibi da condescendência da imotivação de Otelo, peça shakespereana onde a fofoca leva a morte. Se Hamlet (outra peça shakespereana) está diante da vendeta psicótica, Iago representa a perversão que ao chegar ao também psicótico “ouvido” do rejeitado Otelo, leva-o ao crime.
Logo, ser condescendente com a fofoca é utilizar um álibi agressivo em relação a algo que o falante não consegue dar conta. Sendo assim, continuam a fofocar, pois sabem, mas mesmo assim…”

A Fofoca é Nociva?

Fofoca nào

Fofoca nào

Márcia Tolotti

“Fofoca não é apenas um comentário tendencioso sobre alguém. Para a psicanálise a fofoca nunca é uma banalidade, pois é da ordem da agressividade e há duas possibilidades: ou se trata de rivalização dissimulada que visa a anulação de outrem, ou se trata de perversidade. O “fofoqueiro” investe-se de causa da causa como se fora causa alheia, para deste lugar pretendido (de objeto a), investir-se perversamente do lugar de Outro (como se quisesse ocupar o lugar de todos).

Sua forma mais branda é a rivalização, que é da ordem da histeria e, toma a forma de denegrição do Outro, lá se busca de outrem algo ou alguém sobre quem se faz à fofoca. Isto foi despertado por uma relação de inveja, seja pelo sucesso consistente, seja pela suposição de que outrem obtenha sucesso. E a angústia frente à pequena imortalidade na melhor das hipóteses, mas se o coletivo der crédito ao dito, configura-se como perversão.

Sua forma mais grave é a calúnia, a fraude, pois são da ordem da perversidade, são centradas na anulação do superego ou no desmentido do ideal-de-ego, e busca-se a morte civil, ou seja, a denegrição em vida do Outro. É uma transgressão de aparente caráter moral, mas na realidade é uma violação ética, uma violação da lei que aniquila não física, mas moralmente alguém. Não se mata fisicamente ninguém, mata-se a imagem de alguém.

Alguns poderão se levantar em defesa da fofoca, salientando que os comentários são verdadeiros, que partem de fatos verídicos. A fofoca não remete ao fato “verídico ou não”, senão como álibi que disfarça a intenção do contar, que travestida de moralidade, de exercício da virtude, da apologia da inocência moral, não passa de dissimulação do perversismo (pequenas perversões). Mata-se pelo descrédito usando no lugar da arma, a pena (caneta), no lugar do mando do crime, a fala.

Realmente, um comentário aparentemente não é fofoca, mas não deixa de ser outro desvio ético, é uma inconfidência, e no campo em que o silêncio garante a verdade e a inviolabilidade do dito, como o da psicanálise, isto é da ordem da perversão. Comentários ainda que partam de fatos verdadeiros, são aumentados a cada vez, que são recontados e, caracterizam-se ora como uma violação de um pacto de silêncio, pois se trata da exposição da privacidade de alguém, ora assemelha-se a razão cínica que “sabe” mas mesmo assim diz, em nome do culto a morte de outrem.

Concluindo, do ponto de vista da agressividade não há distinção entre quem ouve ou quem gera a fofoca, uma vez que o gozo-a-mais está presente nas duas formas e principalmente na gratuidade do crédito dado aquilo que deveria ter sua verdade estabelecida. Sendo assim, recontá-la não ter sequer o álibi da condescendência da imotivação de Otelo, peça shakespereana onde a fofoca leva a morte. Se Hamlet (outra peça shakespereana) está diante da vendeta psicótica, Iago representa a perversão que ao chegar ao também psicótico “ouvido” do rejeitado Otelo, leva-o ao crime.

Logo, ser condescendente com a fofoca é utilizar um álibi agressivo em relação a algo que o falante não consegue dar conta. Sendo assim, continuam a fofocar, pois sabem, mas mesmo assim…”

Comments are closed.

  • Popular
  • Últimos
  • Comentarios
  • Tags
  • Subscrib.
"El futuro de ayer Actitud base de la riquesa Amazonas de los primeros en Crear el Comité técnico de Influenza A H1N1 AMAZONAS PRESENTE Atender las prioridades de la población organizada es parte de la solución. confratenidad Amazonica CONFRATERNIDAD control interno CULTURA CIUDADANA: NO AL CHISME EN LETICIA decretos Departamento del Amazonas Colombia El Alcalde José Ricaurte Guerrero continua llevando con éxito el Plan de Desarrollo de la mano con la Comunidad 2008 2011 El Alcalde Rojas Guerrero busca erradicar la violencia intrafamiliar del Municipio de Leticia En Leticia protegen primero a los niños y jovenes es Hoy" exigencia o dificultad. Fundación 25 de abril de 1867 La razón de lo Público es que tu haces parte de ello Leticia: Municipio Saludable. Leticia es territorio para invertir con confianza y seguridad. Leticia rinde Honores a la Patria Leticia ya tiene MECI Los "niños primero" reciben NODRIZA Los niños del Naval preparados en prevenciòn del riesgo Los Niños por encima de cualquier otra actividad Participación de la comunidad con responsabilidad. por nuestra sociedad. Por nuestros hijos Presidente de Colombia Alvaro Uribe Vélez En el Amazonas Prevención de desastres en Leticia Priorizando los más vulnerables Leticia Amazonas protegelo es tuyo. Proyectos Comunidades de Leticia Proyectos Municipio de Leticia se necesita un docente con actitudes que propicien una enseñanza desarrolladora. Si usted quiere beberes es asunto suyo. Si quiere parar de beber es asunto de Alcohólicos Anónimos……. Tránsito Leticia Amazonas UN DÍA A LA VEZ ¿Cómo lograr una clase interesante?
Cambio de Moneda Hoy
  • COP = Peso Colombiano
  • BRL = Real Brasilero
  • PEN = Nuevo Sol Peruano
  • USD = Dolar de Estados Unidos
  • EUR = Euro Europeo

Sitios del Amazonas